Sociedades Médicas emitem recomendações sobre vacinação contra sarampo

As sociedades médicas de Reumatologia (SBR), de Infectologia (SBI), de Imunização (SBim) e o GEDIIB (Grupo de Estudos de Doenças Inflamatórias Intestinais do Brasil)  emitiram posicionamento conjunto acerca da vacinação contra sarampo, em vista do crescente número de casos no Brasil e no mundo e inicio de campanha nacional marcada para 10 de junho.

Entretanto, a vacina tem contraindicações, não sendo  recomendada para crianças menores de seis meses de idade, gestantes e pessoas em  estado de imunossupressão.

O documento assinala que, como existem níveis diferentes de imunossupressão, recomenda que os pacientes de doenças imunomediadas conversem com seus médicos sobre os benefícios e contraindicações da vacina.

Nos primeiros três meses de 2019 o número global de casos de sarampo aumentou em 300% comparados ao mesmo período de 2018, alerta a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Todas as regiões do mundo registram aumento no número de casos da doença. Surtos atuais incluem 168 países de todos os continentes com mais de 170.000 casos confirmados.

No Brasil, o Ministério da Saúde (MS) já confirmou, até o dia 16 de maio, 92 casos de sarampo distribuídos em sete estados: Amazonas, Roraima, Pará, São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Clique aqui e leia a nota sobre o Sarampo

Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *