ENI MARIA – A DETERMINADA

ENI MARIA – A DETERMINADA

Eni Maria da Silva, professora aposentada, que convive com Lúpus há 32 anos. Nessa
convivência enfrentou diversos desafios, alguns ela perdeu e outros ela ganhou. Estudou,
trabalhou e exerceu a profissão que sempre sonhou. Através da informação ela aprendeu
a conviver com a doença, para ter equilíbrio emocional e qualidade de vida, conta:
Quando recebi o diagnóstico não tinha ideia da complexidade do LÚPUS, tive que ir
buscar informações. Nessa busca me deparei com situações complicadas, mas foi nessas
situações que encontrei pessoas que me ajudaram a lidar melhor com a doença. Algumas
pessoas hoje não estão mais aqui, como minha irmã que também foi diagnosticada com
LÚPUS depois de mim, infelizmente ela veio a falecer.

Hoje convivo com a doença com esperança de dias melhores, por isso estou sempre
envolvida em buscar atividades que ajude às pessoas com LÚPUS terem uma qualidade
de vida.

Nessa trajetória compreendi que não adianta lutar com a doença, e sim procurar
mecanismo que me proporciona conviver bem com a doença. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *